CAMP participa da Aula Pública com Leonardo Boff

camp1 camp2

 

O CAMP participou da Aula Pública com Leonardo Boff, na tarde deste sábado, 03/07, no Parque da Redenção, com o tema Expressões sobre Direitos Humanos: mais amor, mais democracia. O objetivo foi promover um grande debate político e de fundo sobre a nossa sociedade, de forma lúdica, divertida, animada e repleta de expressões culturais. E deu muito certo.

 

DSCN0285 DSCN0316

 

O CAMP, que acredita em um outro mundo possível, foi uma das entidades que ajudou a promover o evento. O público foi grande e Rafael Feldens Maiztegui, um dos integrantes da plateia, colaborou fazendo algumas anotações durante a aula de Boff.  Confira:

 

Estados Unidos e União Européia

DSCN0302

 

Os EUA e a União Européia foram os primeiros formadores dos Direitos Humanos e agora são os que mais os ofende e desrespeita. Os Estados Unidos tem como lema o imperialismo, eles estão exercendo poder e dinheiro para desestabilizar governos mais fracos, com grandes potenciais, incluindo o Brasil, temos como consequência um avanço visível da direita, conforme o Leonardo Boff ocorre uma “Hamburguerização do Mundo”, uma ocidentalização de culturas por parte dos EUA. Com base nisso os Estados Unidos são contra os direitos humanos.

“Quando uma cultura é atacada o refúgio é a religião, por este motivo devemos/entender em parte o fundamentalismo religioso no Oriente Médio.”

“Quando uma linguagem desaparece, desaparece uma visão de mundo.”

Direitos Humanos e Direitos da Terra

DSCN0328

No séc.XX tivemos o avanço dos Direitos Humanos, baseado no amor e no respeito de todos os seres humanos, no atual séc.XXI teremos o avanço dos Direitos da Terra, reconheceremos que a natureza também tem direitos e que o capitalismo destrói a terra.

Mãe terra, respeitar a terra como mãe

DSCN0331

 

Existem debates para chamar o planeta terra de mãe, dizem que é uma visão indígena e pouco baseada na ciência, mas se a terra for simplesmente o solo nos podemos cavá-la infinitamente e se a terra for como mãe temos que respeitá-la. Temos que respeitar a mãe terra passando pelas ecologias ambientais, sociais, culturais e as cotidianas, a ecologia cotidiana engloba toda a nossa vida, nossas ações no mundo. O universo demorou cerca de 13 bilhões de anos para construir a vida, e nós dentro dela temos que respeitar esta criação. A Bolívia e o Equador adotaram o Constitucionalismo Ecológico, onde o bem viver com toda forma de vida está na constituição dos países.

 

DSCN0339

“A democracia não pode ser apenas humana ou social, deve ser sócio-cósmica.”

“Todos os seres vivos são irmão, primos, parentes.”

“A paz é a plenitude e a reta relação, consigo, com o outro, com a terra, com o todo.”

“As soluções para o Alzheimer e o HIV podem estar dentro dessas milhares de espécies que destruímos a cada ano, nem abrimos o livro para ler e já botamos fogo.”

 

DSCN0322 camp_público

 

Muitos dos que participaram da aula estão em frentes de lutas por mais direitos e pelo aprofundamento da democracia. Construa você também uma nova cultura de direitos e de paz, onde não exista espaço para o ódio, a intolerância, preconceitos e opressões.

 

DSCN0330

A aula de Leonardo Boff foi promovida por: Academia de Samba Puro, Amencar, Anistia Internacional, APLPS, Avesol, Bloco da Diversidade, CAMP, Coletivo Cidade Mais Humana, CTB, CUT, FEDDH, Frente Ampla por Direitos e Liberdades, Levante Popular da Juventude, Movimento Fora da Ordem, Movimento Kizomba, ONG Outra Visão, MNDH-RS, MTD, (Movimento dos Trabalhadores por Direitos), PCdoB, Programa Universo/UFRGS, PT, UBM, Unegro, Centro de Estudos Biblicos- CEBI/RS, Movimento de Fé e Política do Rio Grande do Sul, Coletivo Cais Maua de Todos, Fórum Estadual de Economia Solidária, Fórum Estadual de Reforma Urbana, Comunidade Eclesial de Base-CEBs, CMP, Marcha Mundial de Mulheres e Piratas.

 

DSCN0314 DSCN0316DSCN0324

 

Além disso, contruíram junto os mandatos da Dep. Fed. Maria do Rosário, Dep. Est. Manuela D’avila, Dep. Est. Jéferson Fernandes, Dep. Est. Luiz Fernando Mainardi, Ver. Carlos Comasseto, Ver. Marcelo Sgarbossa, Ver. Alberto Kopittke, Ver. Sofia Cavedon e a Ver. Jussara Cony.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 + 4 =