REDE UBUNTU GERANDO RENDA E APOIANDO O ISOLAMENTO SOCIAL: entregas retornam dia 22/3

A Rede Ubuntu de Cooperação Solidária/RS, projeto desenvolvido pelo CAMP em parceria com o FONSANPOTMA (Fórum Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional dos Povos Tradicionais de Matriz Africana), vem desde o início da Pandemia do Covid-19, gerando renda e trabalho para os hoje mais de 140 Empreendimentos Solidários, Unidades Territoriais Tradicionais, Cooperativas e Movimentos envolvidos.

A Rede está contribuindo com as medidas de isolamento, atendendo mais de 2 mil pessoas diretamente com a tele entrega, movimentando mais de 150 mil reais em comercialização dos produtos, através da realização de oito Feiras Virtuais da Rede Ubuntu (https://www.facebook.com/groups/redeubuntu). Também fortalecemos uma rede de apoio, de trocas de saberes, de solidariedades durante este período tão terrível de Pandemia. Com isso, fortalecemos o #FiquemEmCasa e, principalmente contribuímos com a geração de trabalho e renda das mulheres negras e seus empreendimentos.

Com o agravamento das contaminações por Covid-19, ao final de fevereiro de 2021, avaliamos que a Rede deveria contribuir com a diminuição da circulação das pessoas, tendo em vista o aumento exponencial dos casos de Covd-19, das internações e mortes em todo RS, Brasil e em especial em Porto Alegre e região metropolitana. Com isso suspendemos as entregas dos produtos de 1 a 21 de março. Nestas três semanas, reforçamos a luta pelo Auxílio Emergencial de R$600,00 e pela Vacinação imediata para todas e todos. O auxílio emergencial aprovado ficou em irrisórios R$150,00 a R$375,00. Governos Estadual ou Municipal não se posicionaram pela complementação deste valor, pois a cesta básica no RS ultrapassa os R$700,00.

Diante do compromisso da Rede Ubuntu com a geração de trabalho e renda e com a vida, o CAMP e o FONSANPOTMA avaliaram que é necessário voltar a realizar as entregas dos produtos comercializados pela Rede, a partir de 22 de março de 2021, seguindo todos os protocolos de segurança e sempre tendo o cuidado com a vida em primeiro lugar.

A sobrevivência do povo está ameaçada pelo vírus e pelo descaso dos governos com a manutenção econômica das pessoas e pequenos empreendedores. Faremos a nossa parte com o retorno da comercialização e entregas gratuitas e exigimos dos governos medidas de restrição mais severas, a ampliação dos serviços de saúde, testes em massa e campanhas públicas defendendo o distanciamento, o uso de máscaras e de álcool em gel. Além da urgente distribuição de cestas básicas para as famílias em situação de vulnerabilidade alimentar e nutricional das periferias das cidades.

Seguiremos lutando por um Auxílio Emergencial digno, de R$600,00 até a vacinação alcançar, ao menos, 70% da população.

Seguiremos lembrando que o uso de máscaras também salva vidas.

Seguiremos lutando pela vacina para todas e todos urgente.

Seguiremos defendendo o SUS.

Seguiremos apoiando as/os trabalhadoras/es em saúde, responsáveis pelo enfrentamento direto ao Covid-19.

Seguiremos em defesa das trabalhadoras e trabalhadores de Educação para que aulas presenciais retornem após a vacinação.

#AuxílioEmergencialJá

#600SemDesmonte

#VacinaçãoJá

#UseMáscara

#EmDefesaDoSUS

#EscolasFechadasVidasPreservadas

Assinam:

REDE UBUNTU DE COOPERAÇÃO SOLIDÁRIA

CAMP

FONSANPOTMA

Acesse aqui a Nota em PDF.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 + 1 =